BLOGS: Blog do Cia

Blog UOL

26/10/2007

26/10 - Lá vamos nós
Meninos. só para dizer que a JUNIOR está ficando mais linda do que eu imaginava. É cedo para criar ansiedades. Mas é que o esforço - tô trabalhando todos os dias até meia-noite - tem super valido a pena. E na real, é isso que importa mesmo. Bem, hoje (sexta), dou um pulo no Rio para ver meu ídolo maior, Antony e seus The Jonhsons. Vou com o Serginho e André. Melhores amigos do mundo. Volto amanhã cedinho e ainda vejo os shows do Tim em São Paulo no domingo. No meio disso tudo tem a final do Mr. Gay - que o Augusto tá fazendo com o maior carinho -, festa na Flex e Bafonbafu no Glória, a noite mais legal da cidade, não à toa do meu best friend Serginho. Hihihi.

Bem, é isso. Beijo e bom fim de semana.

Ah, no show em São Paulo do Antony, dizem que ele cantou I Will Survive, que só se referia a si mesmo no feminino, e que ele foi super engraçado nos comentários. Dizem também que metade do teatro chorou e a outra metade permaneceu em um silêncio sepulcral durante a noite toda. Como ele merece.


Escrito por Marcelo Cia às 13h09 Comentários Envie

24/10/2007

24/10 - Dead Boy
Eu só penso em Junior e Antony and the Jonhsons. Junior, você sabe - ou pensa. E Antony está entre nós nesta quinta-feira, pela primeira vez no Brasil. Sou louco por ele, pela música. Sou fã total - e quem lê este espaço já deve ter entendido o porquê. Daí que vou para o Rio na sexta-feira só para vê-lo. Queria passar o fim de semana todo na cidade e
ir nas festas cariocas que sempre gosto tanto. Além do que o Rio vai estar cheio de amigos neste fim de semana. Mas não está na hora de me dar esse luxo. Tem fechamento rolando aqui e a vida não tá fácil para ninguém, tá puxada. Só para lembrar a frase que tô gostando de falar ultimamente. Também tô gostando de dizer solta que volta. E também da frase não me deixe só. Todas as três servem para tudo. Tanto quanto para nada. E esse post é sobre nada de fato. Só para não dizer que não postei. Mas dou de consolo a primeira música que ouvi do Antony, I Feel in love with a dead boy. Ouça, cante e prepare-se para vê-lo.

Tem também Guittar Song e The Lake. A vida não tá fácil pra ninguém, mas pode ser mais divertida que isso.

:: I Feel in Love with dead boy

:: The Lake

:: Guittar Song



Escrito por Marcelo Cia às 14h41 Comentários Envie

16/10/2007

16/10 - Micro-Manifesto Ticket-Imaginação
Quero meu cachê todo em ticket-imaginação. Não tô afim de tanta vida real. Quero escapar de vez em quando, quero estar alheio às vezes. Quero o sonho à noite. Porque a vida é muito chata aqui embaixo. As pessoas são chatas. A cerveja esquenta rápido. Quero um ticket-imaginação para poder acreditar no que eu quiser, no que eu ainda não vejo. Porque o que vejo me parece cada vez mais chato, mais cinza, mais monótomo.

Prefiro uma mentira sincera do que a verdade inconteste. Um amor inventado a uma phoda programada. Na minha imaginação, tudo é mais divertido, tudo é mais fresco.



Fofura que o Rian fez para mim, um desenhinho, assim.
O Rian agora tem blog, aqui


Escrito por Marcelo Cia às 11h59 Comentários Envie

14/10/2007

14/10 - Conto ou não conto? Conto...
Quando acontece algo bom, é preciso contar. Se fico com um cara e foi legal, preciso falar para alguém. Do contrário, parece que não aconteceu. Conto para um amigo, para minha mãe... Depende, claro, do teor da história a ser contada.

Um sexo bom, por exemplo, desses históricos, conto para o André. Ele sabe ouvir histórias do tipo. Se é algo mais romântico, menos hardcore, quem ouve é o Sergio. Ele adora encorajar namoricos. Se é uma fantasia ou algo que deu errado, cheio de micos, Nina na cabeça. Ela sabe rir e compartilhar histórias engraçadas como ninguém. Se preciso de um colo, um afago, dona Maria Inês ouve e faz tudo aquilo que se espera de uma mãe - guarda tudo para ela, como segredinho, e ainda fica feliz em ajudar. Se é para levar uma bronquinha - sim, às vezes pedimos por elas - Marcelo é o melhor. Tem experiência de sobra para gongar com elegância. Adora ouvir sua frase preferida, "não inventa", o que serve para quse tudo, dependendo de suas infindáveis flexôes de voz. Se o bafo é forte, grosseiro, Fábio entende no cerne.

Bom ter interlocutores tão pacientes. Mas é preciso ter carinho e cuidado para mantê-los sempre por perto. Afinal, ainda bem, coisas sempre acontecem. Boas, ruins ou esdrúxulas e é preciso contá-las.


Escrito por Marcelo Cia às 16h00 Comentários Envie

14/10 - Fofuras
Um conhecido querido está com 59 anos. E vai se casar, pensa e adotar um filho e só sabe sorrir. Uma tia, super querida, está com 50 e poucos, continua gata. Conheceu um cara de 60 e poucos e resolveram namorar. Boas notícias para um fim de semana familiar.


Escrito por Marcelo Cia às 15h49 Comentários Envie

09/10/2007

09/10 - Cada país tem o Tom Ford que merece
Fiquei com um pouco de inveja dos norte-americanos nesta semana. No mês passado a revista Out trouxe na capa o estilista Marc Jacobs. Dentro da revista, fotos sexy do moreno e uma entrevista de fazer corar os discretos artistas/ estilistas/ famosos em geral deste nosso país calorento. Neste mês, a capa da mesma publicação trouxe outro estilista, também super importante, Tom Ford. Dentro da revista ele aparece nu e fala pencas na entrevista. Sem pudores, sem medinhos, sem covardia.

Os mesmos estilistas já tinham dado entrevistas sobre sexo, drogas e bafos para a revista holandesa Butt. Na Vanity Fair uma matéria sobre casais trouxe Nicolas Ghesquiere e seu marido em uma foto já histórica de Annie Leibovitz. São só três exemplos recentes, de três homens gays bem sucedidos e bem resolvidos, que não têm medo de falar, de assumir... Não estou falando aqui de assumir ser gay ou não, isso é discurso que já passou. Mas de assumir o que são, o que fazem.

Agora vamos a Brasil. Para conseguir uma entrevista com alguém realmente importante é preciso conversar com a assessoria do cara antes. Normal. Algumas assessorias (maioria) pedem para definir o assunto que vai ser tratado. Outras, menos democráticas, pedem que as perguntas sejam enviadas por email para aprovação. Quando chega aí, eu me recuso. Esse país é feito de uma classe artística covarde, cuja única pretensão é aparecer rodeada de pétalas de rosas na Caras. Eca. E nem pensa em quebrar paradigmas, em avançar discursos, estética. Não pensa em nada. É pouca pretensão. E muita covardia.


Tom Ford na Out. Tá bem de bumbum ele.


Escrito por Marcelo Cia às 12h12 Comentários Envie

07/10/2007

07/10 - Então diga
Vai... Você não precisa de censuras. Eu vou acreditar em tudo o que você disser agora. Mas só agora. Não, não precisa dizer que vai me ligar amanhã. Isso não. Mas agora, e só agora, tudo o que você disser será a mais deliciosa verdade. Ainda que amanhã não faça mais o menor sentido e que até a lembrança se perca em outra cama qualquer. Olha, mas agora você pode falar o que quiser. Pode dizer que ama. Pode dizer que adora. Pode dizer que que quer foder comigo a noite toda. Pode. Nesta noite e só nela. Não precisamos de censuras. Não agora.

Estamos nus, pele na pele, boca na boca. Pau no pau. E agora qualquer coisa faz sentido. Nosso amor pode durar 40 minutos. Mas até que ele acabe quero que seja tudo de verdade. E quero que dure o tempo que tiver que durar. Vamos lá. Ninguém tá vendo. Só eu tô te ouvindo. Amanhã podemos ser de outros. Ambos. Mas agora quero você inteiro. Até nossos 40 e poucos minutos terminarem.  


Boy at Gilgot Beach - Bruce Weber


Escrito por Marcelo Cia às 14h37 Comentários Envie

05/10/2007

05/10 - Deixa ir

Solta que volta

Deixe ele ir
Vá para o outro lado
Saia
Caia
Levante
E deixe ele prá lá

Nem vale tanto assim
Pense bem
Seus amigos são mais engraçados
Sua cama é mais fofa
Sua punheta é mais libertária

Corra
Na rua
No parque
Na chuva
Nem esquente

Larga o osso
Deixa correr
Desaqüenda
Solta que volta



Escrito por Marcelo Cia às 14h24 Comentários Envie

02/10/2007

02/10 - Ressacón
Normal. A festa de ontem da Junior, em plena segunda-feira, foi meio bordoada. Nem bebi muito, mas estava vindo de um fim de semana artodoante e sempre fico tenso quando tenho que receber as pessoas. Sou tímido demais para a função. Então rola um esforço hercúleo. Além disso a segundona só coroou um erro de timing. Tô tucanando, serei mais claro: fiquei na intenção de um cara o fim de semana todo; até que na segunda-feira, no meio da minha festa, ele veio me dizer, tipo assim sem querer, que tinha gostado de um amigo meu e que queria conhece-lo. Eu ainda não aprendi, confesso.

Então fiquemos com uma música fofa. Amanhã tem mais.

:: Is This It - The Strokes
Can't you see I'm trying?
I don't even like it. I just lied to
Get to your apartment, now I'm staying
Here just for a while
I can't think 'cause I'm just way too tired

Is this it?
Is this it?
Is this... it?

Said they'd give you anything you ever wanted
When they lied, I knew it was just stable children
Trying hard not to realize I was sitting right behind them

Oh dear, can't you see? It's them it's not me
We're not enemies; We just disagree
If I was like them all pissed in this bar
He changes his mind, says I went too far
We all disagree
I think we should disagree, yeah

Is this it
Is this it
Is this it

Can't you see I'm trying?
I don't even like it. I just lied to
Get to your apartment, now I'm staying
Here just for a while
I can't think 'cause I'm just way too tired


Serginho, o mais fofo, e eu, passado. A foto é do Fábio Motta


Escrito por Marcelo Cia às 15h05 Comentários Envie


Busca
Infomix
Receba o boletim de notícias do Mix no seu e-mail.
2006 - MIX BRASIL - © Todos os direitos reservados